Rafael Nadal critica Carlos Ramos: “Está sempre à procura dos meus erros”

Conhecido por demorar mais tempo do que o normal entre os pontos, Rafael Nadal foi advertido em duas ocasiões por Carlos Ramos no encontro deste domingo, levando os respetivos warnings, algo que naturalmente não agradou ao tenista espanhol.

Em declarações feitas na conferência de imprensa, o maiorquino voltou a criticar a regra que apenas permite aos jogadores despender 20 segundos entre pontos: “Se queres jogar bem tens de deixar os jogadores respirar. Nós não somos máquinas. É esse o meu ponto de vista”, comentou o número quatro mundial, dirigindo-se de seguida ao árbitro português.

“Que mais eu posso dizer? Digo-vos isto com alguma tristeza porque não quero ter problemas. Mas penso que este árbitro está a tentar, de certa forma, procurar todas as minha falhas, os meus erros”, disse.

“Disse-lhe que tinha de me dar muitos warnings, porque se eu ainda nem cheguei à toalha, então ele vai dar-me um warning“, continuou o tenista de 31 anos, que no encontro frente a Roberto Bautista Agut demorou em média 27 segundos entre os pontos, quando o permitido nos torneios do Grand Slam são apenas 20.

Ao longo do encontro Nadal foi advertido com dois warnings, chegando mesmo a discutir a decisão do português quando estava na cadeira. “Teoricamente os árbitros estão aqui para analisar o jogo e não para contar o tempo entre os pontos, de outra forma teríamos de ter um cronómetro no campo”.

https://www.youtube.com/watch?v=XzjsouyeDLQ

Total
2
Shares
Total
2
Share