Pablo Carreño-Busta domou Milos Raonic em longa e disputada “faena”

Tenista espanhol que se preze não rejeita uma boa “faena”, principalmente se o palco for um dos courts de terra batida de Roland Garros, o maior e mais prestigiado torneio do mundo jogado naquela superfície. E Pablo Carreño-Busta, como aguerrido e competitivo tenista espanhol que é, disse presente no compromisso deste domingo com Milos Raonic, em duelo dos oitavos de final, carimbando pela primeira vez na carreira o acesso ao top-8 de singulares de um torneio do Grand Slam.

O espanhol (21.º), atual campeão em título do Millennium Estoril Open, deixou pelo caminho o tenista canadiano, 6.º do ranking, por 4-6, 7-6(2), 6-7(6), 6-4 e 8-6, ao cabo de longas quatro horas e 17 minutos de embate, naquela que é a sua primeira vitória da carreira frente a um jogador do top 10 mundial.

Certamente que o público presente no court 1 de Roland Garros não deu por mal empregue o tempo e o dinheiro despendidos para assistir a esta empolgante batalha entre dois grandes tenistas, que dificilmente podia ter sido mais disputada: Raonic teve break de vantagem no quinto e decisivo set (3-1), que Carreño-Busta rapidamente devolveu, para ao décimo jogo quebrar o serviço do canadiano, colocando-se em posição de fechar o encontro. Contudo, e após não ter conseguido concretizar um dos três match points que teve a seu favor, o espanhol viu o canadiano fazer o 5-5 mas, como seria de esperar, não baixou os braços e voltou a “roubar” o serviço de Raonic (92 winners e 84 erros não forçados no total!) ao 13.º jogo. Depois, ao sétimo match point, a vitória – a mais saborosa da carreira!

Depois do título conquistado no Estoril, da final disputada no Rio de Janeiro e da presença nas meias-finais de Buenos Aires e São Paulo, Pablo Carreño Busta atinge agora o auge nesta temporada de terra batida e terá como “prémio” disputar com o seu compatriota Rafael Nadal o acesso às meias-finais do Grand Slam parisiense. O melhor que o espanhol de Gijón conseguiu fazer nos três duelos com o antigo número 1 mundial foi vencer um set no tie-break, em 2016, na primeira ronda torneio de Doha.

Total
2
Shares
Total
2
Share