Depois do título no Estoril Open, Carreno-Busta cai na estreia em Madrid

MADRID – A organização adiou a estreia de Rafael Nadal e a verdade é que nos primeiros dias o ténis espanhol não está a ter muitas razões para celebrar. Depois de ontem Marcel Granollers e Guillermo Garcia-Lopez se terem despedido na segunda ronda, esta terça-feira voltou a ver alguns dos melhores tenistas espanhóis caírem “demasiado cedo”, como muitos adeptos lamentavam nos vários cantos da Caja Mágica depois da derrota de Pablo Carreno-Busta.

O mais recente campeão do Millennium Estoril Open chegou ao Masters 1000 de Madrid no melhor ranking da carreira e, perante os seus compatriotas, tinha vários factores a colocá-lo como favorito, mas o sempre imprevisível Benoit Paire esteve muito bem e aproveitou uma exibição menos feliz do espanhol para triunfar por 6-3 e 6-4.

Ao mesmo tempo que o novo número 18 do Mundo procurava dar a volta ao encontro na Pista Arantxa Sanchez (a verdade é que não esteve longe, dado ter recuperado o break de desvantagem para servir a 4-5), no court Manolo Santana Ivo Karlovic vencia uma grande batalha frente a Roberto Bautista Agut. O “gigante” croata precisou de 3h01, mas conseguiu a vitória num duelo sem breaks, entre dois guerreiros, com os parciais de 7-6, 6-7 e 7-6 ao sétimo match point.

Das bancadas do palco principal da Caja Mágica os adeptos saiam com expressões tristes, desolados pela derrota do compatriota depois de três sets muito equilibrados, e as más notícias para o ténis espanhol não ficariam por aqui: Albert Ramos-Vinolas, o número 2 espanhol, viria a perder por esclarecedores 6-1 e 6-3 para Diego Schwartzman.

Ainda hoje, Fernando Verdasco procurará, no primeiro duelo da sessão noturna, fechar o dia de forma mais positiva. Mas o ex-semifinalista do Australian Open não terá tarefa fácil, dado ter Alexander Zverev como adversário.

 

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."