Rafael Nadal de volta ao primeiro lugar

Dois anos e quatro meses depois, Rafael Nadal está de regresso ao topo do ranking mundial masculino. O tenista espanhol de vinte e sete anos encontrava-se em luta directa com Novak Djokovic pelo primeiro lugar e, este sábado, ao garantir o apuramento para a final do ATP 500 de Pequim, confirmou aquilo que parecia inevitável acontecer até ao final da temporada.
O início da época não foi positivo para Nadal, que falou o seu segundo torneio do Grand Slam consecutivo e desceu ao quinto posto do ranking ATP, mas desde cedo se mostrou pronto a regressar ao circuito e os números falam por si: nos treze torneios que disputou até Pequim, o espanhol atingiu doze finais e venceu dez, registando 65 vitórias e apenas três desaires antes de começar a disputar o torneio chinês.
A vitória sobre Tomas Berdych pode não ter sido a mais espectacular (o checo desistiu a 2-4 no primeiro parcial devido a uma lesão), mas faz justiça à regularidade do espanhol em 2013, época em que conquistou 11.015 pontos para o ranking mundial, enquanto Djokovic, segundo classificado na tabela que contabiliza os pontos da presente temporada, soma 8.110.
Rafael Nadal tem agora a possibilidade de terminar o ano como número um mundial pela terceira vez na sua carreira, depois de o ter conseguido em 2008 e 2010, e não deixou de comentar a hipótese: “Será um grande final de época se conseguir terminar como número um mundial. Para isso, tenho a certeza de que preciso de ganhar mais jogos.”

Fotografia de Christopher Levy gentilmente cedida ao Ténis Portugal.

Total
0
Shares
Total
0
Share