Rafael Nadal pode regressar a São Paulo

Confirmado como a principal estrela do Rio Open, torneio ATP 500 que em 2014 faz a sua estreia no calendário profissional, o espanhol Rafael Nadal anunciou esta semana que não disputará o ATP 500 de Acapulco, no México, a ter lugar na semana seguinte, pelo que fica em aberto o seu regresso ao Brasil Open (em São Paulo), e, até, ao ATP 250 de Viña del Mar, no Chile.
Actualmente no segundo posto do ranking mundial e vencedor de dez dos treze torneios que disputou na presente temporada, o tenista espanhol de vinte e seis anos não irá, segundo o seu empresário carlos Costa, ao torneio de Acapulco, o que aumenta a possibilidade de torneios como o de São Paulo, o e Viña del Mar e, até, o de Buenos Aires, contarem com a sua participação.
Alvaro Fillol, director do torneio de Viña del Mar (onde Rafael Nadal atingiu a final em 2013), mostra-se optimista em relação ao regresso do jogador espanhol: “A vinda do Rafael [Nadal] ao Rio faz com que seja mais possível contar-se com ele no resto da época [norte-americana de terra batida]. Isto pode ser muito bom para as negociações, pois desde que a última edição terminou que temos estado em contacto directo com ele. Daqui a alguns dias, semanas, será tudo mais claro.”
A organização do Brasil Open, por sua vez, diz ainda não ter apresentado uma proposta concreta ao maiorquino, enquanto o torneio de Buenos Aires luta por contar com a sua participação pela primeira vez desde 2003 e já deverá ter apresentado uma proposta.
Certo é que Rafael Nadal tem muitas possibilidades de terminar a temporada como número um mundial e chegar à América do Sul nessa condição (dado que não tem quaisquer pontos a defender em Melbourne, enquanto Novak Djokovic, o seu principal rival, é o campeão em título), o que a confirmar-se influenciará directamente as condições exigidas pela sua equipa.

Fotografia de Christopher Levy gentilmente cedida ao Ténis Portugal.


Total
0
Shares
Total
0
Share