Grigor Dimitrov, adversário de João Sousa

Top30 ATP e um dos poucos a derrotar Novak Djokovic na presente temporada. Grigor Dimitrov, jogador búlgaro de vinte e dois anos, assemelha-se em muito a Roger Federer (pela elegância das suas pancadas e ainda pelas marcas de equipamento que o acompanham ao longo da sua carreira) e é o primeiro adversário de João Sousa no quadro principal do US Open 2013 – um primeiro adversário difícil de ultrapassar!
Vigésimo quinto cabeça de série do torneio norte-americano, Dimitrov – que nos últimos tem vindo a ser ainda mais seguido pelo mundo do ténis devido ao seu relacionamento com a russa Maria Sharapova – não conta, porém, com bons resultados em torneios do Grand Slam, não tendo inclusive ultrapassado a segunda eliminatória em qualquer dos majors que disputou (em Nova Iorque ficou-se mesmo pela primeira ronda nas suas duas participações, em 2011 e 2012).
No entanto, engane-se quem pensa que Grigor Dimitrov não merece o estatuto de cabeça de série: na presente temporada, foram já muitas as vezes em que se viu frente a jogadores de topo e se debateu com categoria, conseguindo mesmo derrotar o número um mundial Novak Djokovic em Madrid. Em Cincinnati, o búlgaro esteve também perto de derrotar o futuro campeão Rafael Nadal.
A falta de finais profissionais disputadas (até à data disputou apenas a de Brisbane, na presente temporada, que viria a perder para Andy Murray) engana, pois aos vinte e dois anos Dimitrov revela já uma maturidade rara em atletas jovens, a que se junta um enorme lote de pancadas de qualidade que podem fazer estragos em qualquer adversário – mais uma vez, as semelhanças e comparações com Roger Federer são inevitáveis.
Este não será o primeiro encontro entre Grigor Dimitrov em João Sousa, que em 2008 levou a melhor em sets directos num Future espanhol. Porém, nos últimos cinco anos ambos evoluíram e o búlgaro é hoje um dos adversários mais difíceis de ultrapassar, pelo que o português tem pela frente uma tarefa não impossível, mas muito complicada. A segunda ronda é claramente mais favorável ao vimaranense, que caso surpreenda Dimitrov enfrenta o vencedor do encontro entre Jarkko Nieminen e Lukasz Kubot.

Total
0
Shares
Total
0
Share