Dubai com meias-finais de luxo

Novak Djokovic, Roger Federer, Tomas Berdych e Juan Martin del Potro. Os quatro primeiros cabeças de série do Dubai Duty Free Tennis Championships 2013 estão, todos eles, apurados para as meias-finais do ATP 500 local (que distribui dois milhões de dólares norte-americanos em prémios monetários). Os dois encontros serão disputados na jornada desta sexta-feira.
Primeiro cabeça de série do torneio e campeão nos anos de 2009, 2010 e 2011, o sérvio Novak Djokovic ultrapassou facilmente o italiano Andreas Seppi (sétimo pré-designado) em duas partidas, pelos parciais de 6-0 6-3, num encontro em que venceu 89% dos pontos disputados no seu primeiro serviço e em que converteu quatro dos oito break points de que dispôs, tendo salvo o único que enfrentou.
Na meia-final de amanhã, o jogador sérvio de vinte e cinco anos terá pela frente Juan Martin del Potro, da Argentina e actualmente com vinte e quatro anos de idade, que esta tarde se impôs perante o alemão Daniel Brands, oriundo da fase de qualificação, por 6-4 6-2. Ao longo de todo o embate, o quarto cabeça de série  apontou oito ases contra nenhuma dupla falta, tendo ainda vencido 81% dos pontos disputados com o seu primeiro serviço e concretizado os três break points de que dispôs, num jogo em que não enfrentou qualquer ponto de quebra de serviço.
Tomas Berdych também garantiu um lugar nas meias-finais do prestigiado torneio árabe. Terceiro pré-designado, o checo venceu de forma autoritária o wildcard Dmitry Tursunov, da Rússia e 92º colocado no ranking mundial masculino, por 6-3 6-2. Em todo o encontro, o ex-vice-campeão de Wimbledon aproveitou metade dos pontos de break (converteu três de seis) e venceu 81% dos pontos jogados após colocar a sua primeira bola.
Por último, Roger Federer alcançou a sua décima nona vitória em vinte e um encontros disputados frente ao russo Nikolay Davydenko para dar mais um passo rumo à revalidação do título conquistado na época passada, tendo agora de derrotar Berdych para chegar à primeira final da temporada. O suíço de trinta e um anos alinhou uma das melhores exibições da temporada, a melhor no Dubai, para, em cerca de cinquenta e cinco minutos, derrotar Davydenko por 6-2 6-2, não tendo enfrentado qualquer ponto de break, enquanto triunfou em quatro dos sete que teve a seu favor.

Total
0
Shares
Total
0
Share