Rafael Nadal campeão do Brasil Open

Rafael Nadal está de volta às vitórias em finais do circuito profissional. Depois do regresso com os vice-campeonatos em Viña del Mar, o jogador espanhol derrotou David Nalbandian em sets directos para levantar o primeiro troféu de campeão desde Roland Garros em 2012, que lhe permite alcançar a marca de dez anos consecutivos a ganhar pelo menos um torneio no circuito mundial.
Número cinco mundial, o detentor de sete troféus de Roland Garros chegou a São Paulo com o objectivo de continuar a ganhar ritmo competitivo e aparentemente pouco preocupado com o resultado obtido, mas acabou por conseguir levar a melhor sobre todos os adversários que enfrentou e conquistar o seu quinquagésimo primeiro troféu de campeão, o trigésimo sétimo sobre terra batida (está apenas atrás de Guillermo Vilas, que venceu 46 torneios em pó de tijolo, e Thomas Muster, que conquistou 40 nesta superfície).
Esta tarde, Rafael Nadal mostrou-se mais forte que David Nalbandian (o seu parceiro no quadro de pares, até desistirem de o disputar para o espanhol se puder concentrar na competição de singulares e poupar o joelho a demasiado desgaste físico) e triunfo pelos parciais de 6-2 6-3, vencendo seis jogos consecutivos para fechar o encontro após uma hora e dezanove minutos.
No final do encontro, o jogador de vinte e seis anos mostrou-se muito agradecido a todos: “Foi um torneio muito agradável para mim, quero dar ainda os parabéns ao David, que esteve ausente durante algum tempo, tal como eu, e ao Bruno e ao Alexander [vencedores do torneio de pares]. Por fim, quero também agradecer a todos os fãs que me apoiaram muito durante toda a semana.”
Este foi, de facto, o segundo período mais longo da carreira do espanhol sem ganhar qualquer título, depois de em 2010 ter vencido o torneio de Monte Carlo e erguido o seu primeiro troféu desde Roma, no ano anterior.

Total
0
Shares
Total
0
Share