A direita de Djokovic que contornou o poste

Novak Djokovic este imparável no seu encontro de hoje frente ao espanhol David Ferrer, precisando de apenas uma hora e vinte e nove minutos de encontro e três partidas (6-2 6-2 6-1) para se apurar para a terceira meia-final consecutiva em Melbourne Park.
O ponto publicado neste artigo, disputado na fase inicial da terceira partida, é apenas um dos muitos exemplos do potente e esclarecedor ténis de que Djokovic usufruiu para ultrapassar o espanhol. A jogada acabou por ser eleita como a melhor do dia por parte da organização do primeiro torneio do Grand Slam da temporada.


Total
0
Shares
Total
0
Share