Decisão final sobre torneio de Wimbledon só será tomada no fim de abril

O destino da edição de 2020 do torneio de Wimbledon será conhecido no final do mês de abril, escreve esta quarta-feira a ESPN de acordo com a informação que lhe foi transmitida com uma fonte próxima do All England Club.

A publicação norte-americana reporta que apesar de continuarem a planear levar a cabo o Grand Slam britânico entre 29 de junho e 12 de julho, os responsáveis pelo prestigiado clube privado estão também a considerar diversos planos de contingência devido à pandemia de COVID-19.

Os cenários têm vindo a ser estudados desde o mês de janeiro e incluem o adiamento do torneio, o cancelamento e a realização à porta fechada — embora a última hipótese seja a que levante mais dúvidas aos envolvidos.

Esta semana, os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados e de certa forma abriram uma vaga no calendário tenístico — mesmo se para a mesma semana estão marcados dois torneios ATP, um eventual adiamento de Wimbledon para essa data (começo a partir de 25 de julho) deixaria de resultar num “choque” entre duas competições sob a alçada da Federação Internacional de Ténis.

Mas as fontes citadas pela ESPN dizem que o adiamento do torneio para essa data “é improvável”, sobretudo devido a preocupações relacionadas com a interferência que os níveis de luz e de orvalho típicos dessa altura do ano podem ter na relva do All England Club mas também porque neste momento é impossível saber se as restrições impostas pelo governo serão entretanto atenuadas.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."