Zverev afasta ex-campeão Wawrinka e continua a quebrar barreiras no Australian Open

Em duas semanas tudo pode mudar e Alexander Zverev que o diga: depois de um começo de época preocupante na ATP Cup, o jogador alemão reinventou-se e já está nas meias-finais do Australian Open.

Esta quarta-feira, o ex-campeão do ATP Finals recuperou de um início de encontro desastroso e derrotou o vencedor de 2014, Stan Wawrinka, por 1-6, 6-3, 6-4 e 6-2.

O duelo desta madrugada prometia muito e começou com o tenista suíço a demonstrar todo o seu poder de fogo para vencer o primeiro set ainda o relógio não tinha chegado à meia hora de jogo. Mas Wawrinka perdeu o gás demasiado rápido e Zverev foi ainda mais rápido a reagir, aproveitando as primeiras oportunidades de que dispôs para começar a mostrar argumentos e desenhar a recuperação.

E assim aquela que no início parecia ser mais uma grande exibição do suíço tornou-se numa vitória memorável para o alemão, que ao fim de 2h19 somou a quinta vitória da semana — primeira em que teve de jogar mais de três sets.

Apurado pela primeira vez para as meias-finais de um Grand Slam, Alexander Zverev fica à espera do desfecho da sessão noturna para conhecer o próximo adversário: será ou o número um do mundo Rafael Nadal ou o seu bom amigo Dominic Thiem.

Desejos? “Só que joguem durante seis horas”, confessou entre sorrisos na entrevista pós-vitória.

Atualizado às 06h19.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."