Histórico João Sousa inaugura confirmações para o Millennium Estoril Open 2020

Millennium Estoril Open

João Sousa é a primeira estrela identificada na constelação de 2020 do Millennium Estoril Open, que celebra a sexta edição entre os dias 25 de abril e 3 de maio no Clube de Ténis do Estoril.

Campeão do ATP 250 português em 2018, o melhor tenista da história do país foi confirmado pela 3LOVE (a entidade que promove o torneio) no início de tarde desta quinta-feira e não deixou dúvidas quanto à sua ambição: “Vou com tudo! Em todos os torneios que disputo vou para vencer mas sem dúvida que este é muito especial, há um sentimento diferente e um querer especial em vencer. É um torneio que me traz muitas boas memórias, sinto-me realmente em casa”, lê-se no comunicado emitido.

Para João Sousa, o Millennium Estoril Open “tornou-se ainda mais especial depois de ter vencido. Traz-me muitas emoções à cabeça, foi um ano especial, uma semana muito intensa… O momento de ganhar, de entrar em campo para a final, ouvir cantar o hino… O antes e o depois da final ficaram marcados na memória.”

Apesar de não acreditar que a tarefa de vencer em Portugal tenha ficado mais fácil depois da conquista de 2018, o número 1 português — que esta semana ocupa o 59.º lugar do ranking ATP — garantiu que “a motivação e o querer estão lá presentes para voltar a triunfar.”

João Zilhão, o diretor do torneio, não escondeu a satisfação com o anúncio do regresso do “Conquistador”. “É sempre muito bom contarmos com a presença de antigos campeões do torneio e no caso do João esse prazer é redobrado pois é o único português a conseguir vencer o maior torneio português. O João Sousa tem sido um extraordinário embaixador do Millennium Estoril Open desde o primeiro dia e a sua vitória em 2018 foi dos momentos mais emocionantes que vivi e um momento que ficará para sempre na história do desporto português. Temos a certeza que o público vai novamente comparecer em força para apoiar o João e ele também sabe que esse apoio é uma vantagem importante e pode fazer a diferença a seu favor em muitos encontros.”

Atualizado às 12h59.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."