Bilhetes para o Millennium Estoril Open 2020 já estão à venda — e há packs especiais para vários dias

Millennium Estoril Open

Começa a ser uma tradição: a chegada de um novo ano significa também a chegada dos primeiros indícios do Millennium Estoril Open e tal como nas épocas anteriores também esta abre com o início da venda de bilhetes para o maior e mais importante torneio de ténis a acontecer em Portugal.

Marcado para a semana de 25 de abril a 3 de maio no Clube de Ténis do Estoril, o único torneio português a integrar o calendário do circuito ATP tem bilhetes disponíveis para as bancadas desde os 10€ até aos 45€; os premium seats — as filas mais próximas do court — estão à venda por valores entre os 15€ e os 60€.

Já há zonas esgotadas (sobretudo para os últimos dias) pelo que o melhor é mesmo não perder tempo.

Tal como aconteceu nas edições anteriores, a organização do torneio (3 Love) também colocou à venda packs especiais para aqueles que queiram marcar presença quer nas sessões diurnas, quer nas noturnas nas jornadas de quarta, quinta e sexta-feira, poupando assim parte do valor total correspondente às duas sessões de cada dia se compradas em separado, bem como um pack dedicado às meias-finais e final (o último fim de semana).

Bilhetes à venda na Blueticket (www.blueticket.pt) e locais habituais.

Tabela de preços:

DiaBancada GeralPremiumRecinto
Sábado (25 abril)10€15€10€
Domingo (26 abril)10€15€10€
Segunda (27 abril)15€20€10€
Terça (28 abril)15€20€10€
Quarta (29 abril)15€ (dia) | 15€ (noite) | 25€ (dia & noite)20€ | 20€ | 35€10€
Quinta (30 abril)20€ (dia) | 20€ (noite) | 35€ (dia & noite)25€ | 25€ | 45€10€
Sexta (1 maio)30€ (dia) | 30€ (noite) | 55€ (dia & noite)40€ | 40€ | 70€10€
Sábado (2 maio)40€ (75€ pack sábado e domingo)55€ (100€ pack sábado e domingo)10€
Domingo (3 maio)45€ (75€ pack sábado e domingo)60€ (100€ pack sábado e domingo)10€

Planta do Estádio Millennium:

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."