Caroline Wozniacki vai terminar a carreira depois do Australian Open

Aos 29 anos, Caroline Wozniacki vai colocar um ponto final na carreira de tenista profissional. “Realizei todos os sonhos que podia ter tido num court de ténis“, afirmou esta sexta-feira a dinamarquesa que em 2018 chegou finalmente à glória em torneios do Grand Slam no Australian Open — precisamente o palco que escolheu para encerrar “o primeiro capítulo” da sua vida.

A ex-número 1 do ranking WTA (atualmente ocupa a 37.ª posição) recorreu às redes sociais para fazer o anúncio no qual relembrou que “sempre disse a mim mesma que quando chegasse o dia em que surgissem coisas fora do ténis que eu tivesse mais vontade de fazer então seria a altura [de terminar a carreira]. E nos últimos meses apercebi-me de que há muito mais coisas que eu quero alcançar fora do court.”

“Casar-me com o David [Lee, ex-jogador profissional de basquetebol] era uma dessas coisas e começar uma família enquanto continuamos a viajar pelo mundo e ajudamos a chamar à atenção para a artrite reumatóide são paixões que me fazem seguir em frente“, acrescentou a melhor tenista da história da Dinamarca.

Ao longo da carreira, Caroline Wozniacki celebrou por 30 vezes a vitória em torneios WTA (entre os quais um no WTA Finals e outro no Australian Open), passou 71 semanas no topo da hierarquia mundial e foi a três Jogos Olímpicos.

Última atualização às 14h02.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."