ITF multa Bielorrússia por receber Portugal com courts demasiado rápidos

Belarus Tennis

A Federação Internacional de Ténis (ITF) anunciou, esta sexta-feira, que a Bielorrússia foi multada e penalizada por violar os regulamentos da Taça Davis ao utilizar courts demasiado rápidos para a eliminatória do Grupo I com Portugal, em Minsk, durante o mês de setembro.

O comunicado, publicado em plena semana de Davis Cup Finals e pouco divulgado, explica que a Bielorrússia (que acabou por vencer a eliminatória por 3-2) excedeu os limites da Court Pace Rating Rule, a regra que foi implementada em 2008 com o objetivo de “limitar condições extremas de jogo em encontros da Taça Davis e da Fed Cup”.

Como penalização, o país vai perder os 41 pontos que viu adicionados ao ranking da competição e ainda o direito a beneficiar do fator casa na próxima eliminatória em que o deveria ter — medidas que não alternam a situação de Portugal na Taça Davis.

Ao RaquetcVasco Costa, Presidente da Federação Portuguesa de Ténis, disse que “este tipo de testes até devia ter sido feito antes do começo da eliminatória porque agora a equipa derrotada não ganha nada com esta decisão”.

O responsável federativo afirmou que a FPT não apresentou nenhuma queixa mas lembrou que “já tínhamos comentado que os courts eram demasiado rápidos” — Rui Machado, capitão da equipa, falou sobre o assunto quer antes, quer depois da eliminatória — e contou que “quando chegámos achámos estranho no court ao lado daquele em que estávamos a treinar estarem vários tipos de piso, notava-se que tinham estado a experimentar a velocidade.”

A Bielorrússia (que ao vencer garantiu um lugar nas Davis Cup Qualifiers de março) tem 21 dias para recorrer da decisão, enquanto a Portugal nada resta senão começar a preparar a próxima etapa: será no mesmo mês de março, na Lituânia, mas relativa ao play-off do Grupo Mundial I — uma nova fase que surgiu com as várias alterações submetidas recentemente pela Federação Internacional de Ténis à competição e que vai colocar frente a frente as equipas derrotadas no Grupo I e as vencedoras do Grupo II, determinando que conjuntos jogam, em setembro, os novos Grupo Mundial I e Grupo Mundial II.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."