A jogar em casa, Sinner é o primeiro a chegar às meias-finais do NextGen ATP Finals

Peter Staples/ATP Tour

Dias depois de dar nas vistas durante as gravações de um dos (vários) vídeos de promocionais do NextGen ATP Finals, Jannik Sinner tem novamente os holofotes apontados à sua figura mas desta vez por razões bem diferentes: é o primeiro jogador qualificado para as meias-finais do torneio que reúne a grande maioria das estrelas da nova geração em Milão, Itália.

Um dia depois de se impor sobre Frances Tiafoe, o segundo cabeça de série, o jovem italiano que subiu mais de 400 lugares no ranking só este ano contou com uma exibição irrepreensível para superar categoricamente o sueco Mikael Ymer: 4-0, 4-2 e 4-1 foram os parciais de um encontro que estabeleceu o recorde de menos jogos jogados até se chegar ao resultado final na curta história deste NextGen ATP Finals.

Aos 18 anos, Jannik Sinner — que joga o torneio pela primeira vez e na terça-feira se tinha tornado no primeiro italiano a somar uma vitória (Gianluigi Quinzi falhou em 2017 e Liam Caruana em 2018) já é o 93.º colocado do ranking mundial ATP, ele que até começou o ano a jogar torneios ITF mas rapidamente transitou e explodiu no circuito Challenger (venceu em Bergamo, no primeiro evento da categoria que disputou este ano). No Masters 1000 de Roma respondeu ao wild card que lhe foi entregue com uma vitória sobre o então 59.º Steve Johnson, deu muito trabalho a João Sousa na fase de qualificação do ATP 500 de Halle e derrotou Pedro Sousa rumo à segunda ronda do torneio de Umag antes de vencer mais um Challenger (no Kentucky, EUA), passar o qualifying do US Open e brilhar rumo às meias-finais do ATP 250 de Antuérpia.

Se o transalpino já está qualificado para as meias-finais, afastado dessas contas está Ugo Humbert. Um dia depois de perder para Ymer, o francês foi derrotado (4-2, 4-3[5], 3-4[4] e 4-1) por Frances Tiafoe, que vai discutir a última vaga de apuramento do Grupo B precisamente com o sueco na jornada de quinta-feira.

No Grupo A, Alex de Minaur colocou-se mais perto do apuramento e Casper Ruud somou a primeira vitória no NextGen ATP Finals mas as contas continuam em aberto para todos os elementos do grupo.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."