WTA Finals. Pliskova completa meias-finais, Svitolina persegue prize-money recorde

Fotografia: WTA

O alinhamento para as meias-finais das WTA Finals ficou concluído esta sexta-feira. Depois de Elina Svitolina ter prolongado a senda vitoriosa na defesa do título, Karolina Pliskova e Simona Halep batalharam pela última vaga entre as quatro melhores.

No primeiro embate do dia, Svitolina teve pela frente a norte-americana Sofia Kenin, que assumiu o lugar de Bianca Andreescu. Kenin ofereceu muita resistência à campeã em título, que teve que batalhar imenso para vencer em dois sets, com os parciais de 7-5 e 7-6(10).

Na primeira partida, Kenin teve por duas vezes a vantagem de um break, mas Svitolina conseguiu arranjar uma maneira de recuperar da situação adversa e de se adiantar no marcador. O segundo set acabou em tons dramáticos, com Kenin a servir a 5-4 para forçar uma terceira partida e a desperdiçar um set point antes de Svitolina devolver o break e forçar o tie-break.

Num longo tie-break, Svitolina teve quatro match points que foram salvos pela adversária, que chegou depois ao segundo set point. Kenin também não capitalizou a oportunidade e, ao quinto match point, a número oito mundial selou um triunfo que lhe permite ser a única tenista em prova com a possibilidade de levar para casa um cheque de 4,725 milhões de dólares (um valor que só pode ser ganho por quem termine a prova invicta).

Se o primeiro encontro terminou de forma dramática, o segundo foi dramático de início ao fim. Karolina Pliskova entrou a todo o gás perante Simona Halep e aplicou um “pneu” (6-0) em apenas 21 minutos à tenista romena. A atual número cinco do mundo reagiu no segundo set, tendo ganho quatro jogos consecutivos para arrecadar o parcial por 6-2 e forçar a “negra”.

O último set foi verdadeiramente impróprio para cardíacos: Halep adiantou-se por 2-0, Pliskova respondeu com cinco jogos consecutivos para chegar ao 5-2, Halep recuperou a desvantagem e colocou-se a servir a 5-4 para igualar o marcador, mas acabou por ceder o “saque” e com isso o encontro. Ao fim de uma hora e 45 minutos, uma vitória por 6-0, 2-6 e 6-4 permitiu a Karolina Pliskova carimbar o passaporte para as meias-finais.

Com quatro tenistas restantes, o alinhamento está já definido: Karolina Pliskova vai medir forças com a australiana Ashleigh Barty, líder do ranking mundial, ao passo que Elina Svitolina vai defrontar a helvética Belinda Bencic.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.