João Sousa derrota top 50 no regresso ao Masters 1000 de Xangai

Fotografia: Fernando Correia/Millennium Estoril Open

Depois de uma passagem breve por Tóquio, João Sousa regressou este domingo às vitórias. Na primeira ronda do Masters 1000 de Xangai, o número um nacional operou uma reviravolta para superar Filip Krajinovic (49.º ATP) com os parciais de 2-6, 6-4 e 7-6(5).

A disputar o último torneio na Ásia este ano, o número um português não entrou bem, cedeu por três vezes (em quatro jogos) o serviço do parcial inaugural e depressa se viu em desvantagem no marcador. Mas no segundo set conseguiu melhorar significativamente a primeira pancada e foi o único a assinar um break, cenário que se preparava para repetir no terceiro.

Só que Krajinovic — que no currículo conta com a chegada à final do Masters 1000 de Paris, na reta final de 2017 — reagiu e com uma quebra de serviço ao sétimo jogo voltou a pôr-se em condições de lutar pela vitória, João Sousa ainda dispôs de três match points ao 12.º jogo, mas não conseguiu aproveitar nenhum e teve de recuperar da desvantagem de 3-0 no tie-break para, ao quinto ponto de encontro, selar o triunfo.

Apurado para a segunda ronda do Rolex Shanghai Masters, João Sousa pode ter como próximo adversário um jogador do top 20 mundial: para isso, Diego Schwatzman (14.º cabeça de série) tem de passar pelo qualifier Vasek Pospisil.

Última atualização às 10h34.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.