João Sousa com sérvio pela frente no regresso ao Masters 1000 de Xangai

João Sousa ficou este sábado a conhecer a “sorte” no Rolex Sanghai Masters, o penúltimo torneio ATP Masters 1000 da temporada. À procura do regresso às vitórias depois da queda na ronda inicial em Tóquio, o melhor português de todos os tempos escapou a cabeças de série e outras “pedras soltas” na eliminatória inaugural.

O primeiro adversário do número um português e 62.º ATP será Filip Krajinovic, sérvio que ocupa o 49.º posto do ranking mas em abril de 2018 chegou a ser 26.º (meses depois de ter terminado como finalista do Masters 1000 de Paris).

Será o segundo encontro da história entre João Sousa e Filip Krajinovic, que em 2018 recuperou da desvantagem de um set para derrotar o vimaranense por 3-6, 6-4 e 6-4 rumo à segunda ronda do ATP 250 de Marselha, em piso rápido indoor.

Caso seja bem sucedido na etapa inaugural, o pupilo de Frederico Marques terá pela frente o vencedor da batalha entre Diego Schwartzman (14.º cabeça de série) e um jogador oriundo da fase de qualificação. Indo mais além, há um possível encontro com o russo Daniil Medvedev — número 4 do mundo e finalista do US Open — nos oitavos de final.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."