Aos 15 anos, Matilde Morais conquista o primeiro ponto WTA e marca encontro com Inês Murta

Cirilo Vale/Vila do Conde Junior Tennis Cup

Primeira tentativa, primeiro ponto: Matilde Morais aproveitou da melhor forma o wild card que lhe foi dado e entrou a ganhar no quadro principal de singulares do Santarém Ladies Open — torneio que marcou a estreia da jovem portuguesa no circuito internacional e ainda a conquista do primeiro ponto para o ranking WTA.

Com apenas 15 anos, Matilde Morais levou a melhor no confronto com a compatriota Alexandra Silva (que passou a fase de qualificação) ao fim de dois sets, graças aos parciais de 6-1 e 6-2.

O triunfo fez com que a jogadora do CAD somasse o primeiro ponto WTA da carreira — precisa de pontuar em três torneios para entrar pela primeira vez no ranking — e inscrevesse o nome na segunda ronda do torneio internacional de 15.000 dólares.

A próxima adversária? Nada mais, nada menos do que Inês Murta, a terceira cabeça de série que vem do qualifying — não estava inscrita na prova e recebeu um wild card para a fase prévia — e que na eliminatória inaugural venceu outra compatriota, Leonor Oliveira, por 6-1 e 6-2.

Também na jornada desta terça-feira seguiram para a segunda eliminatória Francisca Jorge e Maria Inês Fonte, respetivamente primeira e sexta candidatas ao título.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."