Tiago Cação salva match point e chega aos quartos de final em Oliveira de Azeméis

Tiago Cação (547.º ATP) lutou, lutou e lutou e ao fim de 129 minutos conseguiu somar uma dura vitória para carimbar o apuramento para os quartos de final do quadro principal de singulares do Open de Azeméis, o ITF de 25.000 dólares (mais hospitalidade) que se joga em Oliveira de Azeméis.

No primeiro duelo do dia no court central, o jogador português começou muito mal e viu Pablo Vivero Gonzalez — o sétimo cabeça de série e 459.º do ranking — agarrar rapidamente uma vantagem de 6-1 e 4-0. Mas até ao último ponto tudo pode mudar e o jogador português de 21 anos foi à luta, acabando por protagonizar uma recuperação notável: venceu seis dos oito jogos seguintes e, no tie-break, ainda salvou um match point antes de igualar o marcador.

No início do terceiro parcial verificaram-se três breaks consecutivos e Tiago Cação conseguiu passar pela primeira vez em todo o encontro para a frente das hostilidades, acabando por somar a vitória com os parciais de 1-6, 7-6(3) e 6-3.

Com a presença nos quartos de final selada, o tenista do Centro de Alto Rendimento já sabe que vai ter pela frente mais um jogador do país vizinho: Roberto Ortega-Olmedo, que confirmou o estatuto de primeiro cabeça de série com uma reviravolta (4-6, 6-0 e 6-1) sobre o compatriota David Perez Sanz.

Esta tarde, vão também a jogo Frederico Gil (terceiro cabeça de série), Pedro Araújo e Afonso Salgado, que procuram juntar-se a Tiago Cação nos quartos de final.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."