Maia, Araújo e Batista não resistem à primeira ronda do BTA Futures I

SINTRA — O quadro principal de singulares do BTA Futures I não arrancou bem para as cores portuguesas: Hugo MaiaPedro Araújo e Daniel Batista foram todos eliminados ronda inaugural ao cabo de duas partidas.

Vindo diretamente da conquista do título de pares na Taça Diogo Nápoles, torneio do circuito mundial júnior disputado na cidade do Porto, Hugo Maia — que recebeu um wild card — não conseguiu ter armas para contrariar o irlandês Peter Bothwell, que venceu por 6-2 e 6-0 em apenas 71 minutos de encontro.

Hugo Maia (POR) vs. [7] Peter Bothwell (IRL), 1R BTA Futures I:

Publicado por Raquetc em Terça-feira, 13 de agosto de 2019

No court adjacente, o também convidado Pedro Araújo entrou bem no duelo com Francesco Vilardo (oitavo pré-designado), mas depois de um início equilibrado deixou de conseguir acompanhar o italiano no marcador e acabou derrotado pelos parciais de 6-4 e 6-3.

Mais equilibrado foi o encontro de Daniel Batista, que ainda forçou um tie-break na segunda partida mas acabou mesmo por cair perante David Jorda Sanchis, de Espanha: 6-4 e 7-6(3) ao cabo de 1h42 de encontro.

Quem também tem estreia prevista para esta terça-feira é Francisco Cabral. O jogador portuense ia defrontar Benjamin Pietri no court central às 12h30, mas viu o gaulês desistir e desde aí que aguarda pela conclusão do qualifying para conhecer o novo adversário, que chegará na condição de lucky loser e será forçado a passar por uma jornada dupla.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."