João Sousa travado à porta do quadro principal do Masters 1000 de Cincinnati

João Sousa esteve perto mas não conseguiu levar avante a primeira campanha das últimas três semanas no circuito profissional e foi este domingo eliminado na segunda e última ronda da fase de qualificação do Westhern & Southern Open, o ATP Masters 1000 de Cincinnati.

Segundo cabeça de série do qualifying, o tenista português de 30 anos (número 45 do ranking mundial ATP) foi travado por outro jogador do top 100 mundial (o japonês Yoshihito Nishioka, número 76), que ao fim de 1h46 venceu por 6-4, 0-6 e 6-4.

Em jogo para o melhor jogador português da história estava a chegada ao quadro principal de um torneio Masters 1000 pela sexta vez esta temporada, ele que teve como melhor prestação a terceira ronda alcançada em Miami.

Na última semana, o vimaranense abdicara de disputar o Masters 1000 de Montreal, no Canadá. Agora, tem no ATP 250 de Winston-Salen a segunda e última paragem antes de regressar ao US Open, onde teve uma vez mais entrada direta.

Última atualização às 20h43.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."