Muda-se o palco, repete-se o desfecho: Nuno Borges derrota Fred Gil e é o campeão em Idanha-a-Nova

Uma semana depois, Nuno Borges (152.º ITF e 649.º ATP) e Fred Gil (53.º ITF e 667.º ATP) voltaram a defrontar-se e o desfecho voltou a ser o mesmo: o mais novo levou a melhor para conquistar o segundo título consecutivo em torneios ITF e completar a dobradinha na primeira etapa do Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova.

Naquele que foi o quarto encontro da história entre ambos, Nuno Borges (segundo cabeça de série do evento) perdeu pela primeira vez um set e chegou a estar em desvantagem por um break no segundo, mas reagiu a tempo de dar a volta e vencer, com os parciais de 3-6, 6-3 e 6-2.

Oito dias depois de ter conquistado o título no RE/MAX Lounge Setúbal Open, o jogador maiato de 22 anos chega às 10 vitórias consecutivas em encontros individuais e ergue o sexto troféu da carreira na variante.

Já Fred Gil, perdeu a oportunidade de vencer pela 19.ª vez um torneio individual (13.ª em provas do circuito ITF), que no caso lhe valeria a conquista do 60.º título da carreira quando contabilizadas as duas variantes.

Na próxima semana, nova aventura quer para um, quer para outro em Idanha-a-Nova, onde se vai disputar a segunda e última etapa de ténis internacional na localidade.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."