Tiago Cação opera recuperação impressionante rumo à segunda ronda em Idanha-a-Nova

Tiago--Cação 3

Teve início esta terça-feira o quadro principal do Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova I 2019, primeiro de dois torneios de 15.000 dólares em prémios monetários consecutivos realizados no Clube de Ténis de Idanha-a-Nova. Nesta jornada inaugural dedicada à mais importante grelha de participantes, Tiago Cação foi o único tenista português em ação e logrou triunfar.

Primeiro cabeça de série da prova albicastrense fruto do 553.º posto que ocupa na atualização de rankings da presente semana, o jovem penichense de 21 anos começou mal o encontro e isso obrigou-o a puxar dos galões para dar a volta, o que seria consumado de uma forma praticamente perfeita: o atleta do CAR – Centro de Alto Rendimento arrecadou 12 dos 13 jogos que se seguiram à perda do primeiro set para derrotar o chileno Michel Vernier (507.º ITF) por 3-0, 6-0 e 6-1.

Já qualificado para os oitavos de final, Cação, que não chega a uns quartos de final desde que foi vice-campeão em Portimão no mês de março, irá medir forças na próxima fase com o espanhol Albert Roglan (588.º da hierarquia ITF).

Além do começo dos jogos do quadro principal, também se assistiu nesta jornada à conclusão da fase de qualificação e houve três jogadores lusos a sorrir no final: Francisco Cabral (6-3 e 6-3 sobre o compatriota Francisco Dias), Afonso Salgado (6-4 e 7-6[3] diante do britânico Finn Bass) e o convidado Francisco Rocha (6-4 e 6-3 contra o colombiano Andres Urrea).

Eis o quadro principal completo:

Quadro_Idanha
Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.