Seleção portuguesa de ténis de mesa inicia defesa do ouro nos Jogos Europeus com uma vitória

Na imagem, a equipa portuguesa no momento da celebração do ouro em Baku 2015.

A seleção nacional masculina de ténis de mesa iniciou esta quinta-feira com o pé direito a defesa do ouro conquistado há quatro anos, ao garantir o apuramento para os quartos de final dos Jogos Europeus, em Minsk, na Bielorrússia.

O selecionado luso começou a eliminatória contra a França com uma vitória por 3-2 frente à França, graças à reviravolta operada por Tiago Apolónia e João Monteiro para vencerem Can Akkuzu e Emmanuel Lebesson por 7-11, 6-11, 11-5, 15-13 e 11-8.

Depois, foi a vez do número um nacional, Marcos Freitas, derrotar Simon Gauzy por 3-1 (11-7, 8-11, 11-6 e 11-7) para aumentar a vantagem.

Na estreia, João Monteiro não conseguiu contrariar Emmanuel Lebesson e apesar da boa entrada perdeu por 3-2 (6-11, 11-6, 12-10, 9-11 e 11-9), pelo que chamado novamente à ação Marcos Freitas precisou de superar Can Akkuzo (por 3-1, parciais de 11-1, 9-11, 11-5 e 11-3) para selar a contenda.

Mas Portugal não tem muitas horas para celebrar: o selecionado luso volta à ação ainda esta quinta-feira — por volta das 18h de Portugal Continental — para discutir com a Grã-Bretanha a passagem às meias-finais da competição.

Recorde-se que na jornada de quarta-feira a mesatenista Fu Yu conquistou a segunda medalha de ouro portuguesa destes Jogos Europeus, igualando o feito do velocista Carlos Nascimento.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."