À terceira… não é de vez: Stefanos Tsitsipas derrotado por Felix Auger-Aliassime em Queen’s

Fotografia: Next Gen ATP Finals

O ATP 500 de Queen’s acolheu esta sexta-feira um duelo da NextGen entre Stefanos Tsitsipas, primeiro cabeça de série da prova, e Felix Auger-Aliassime, oitavo pré-designado, a contar para os quartos de final do torneio. Naquele que foi o terceiro embate entre ambos (e o primeiro em relva), o canadiano voltou a levar a melhor, desta vez com parciais de 7-5 e 6-2.

A primeira partida resolveu-se nos detalhes. Apesar do elevado número de duplas faltas (6), Auger-Aliassime revelou facilidade em fechar os pontos em que o primeiro serviço foi colocado (venceu 84% dos pontos disputados com a primeira bola). Do outro lado, a baixa percentagem de pontos ganhos na resposta por parte de Tsitsipas foi uma peça fundamental para o desfecho da primeira partida.

No segundo set, o grego rapidamente voltou a ceder o serviço e viu o número 21 do Mundo chegar ao 3-0 com relativa facilidade. O campeão do Millennium Estoril Open e sexto classificado da hierarquia mundial pediu depois um medical timeout para ser tratado ao ombro direito.

Após a paragem, o helénico confirmou o jogo de serviço e conseguiu começar a incomodar o adversário na resposta. Os break points começaram a surgir a favor de Tsitsipas, mas o grego não conseguiu capitalizar as oportunidades e acabou por ceder ao fim de uma hora e 37 minutos de jogo.

Nas meias-finais da prova, Felix Auger-Aliassime vai medir forças com o vencedor do confronto entre o espanhol Feliciano López (113.º ATP) e o canadiano Milos Raonic (18.º ATP).

Medvedev “despachou” Schwartzman

No outro jogo dos quartos de final já concluído esta sexta-feira, o russo Daniil Medvedev não teve grandes problemas em bater o argentino Diego Schwartzman. O número 13 do Mundo venceu por 6-2 e 6-2 num encontro onde esteve sempre no controlo.

Fora da sua zona de conforto, Schwartzman ainda conseguiu ter algumas chances para quebrar o serviço do russo, mas Medvedev teve sempre a melhor resposta para sair das situações de maior aperto.

Nas meias-finais, Daniil Medvedev aguarda garantidamente por um francês: Gilles Simon (38.º ATP) ou Nicolas Mahut (191.º ATP), que discutem uma vaga no top-4 da prova.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.