Cinco meses depois, Sharapova regressa com uma vitória; Osaka também entra a ganhar na relva

Terça-feira, dia “em cheio” quer em Birmingham, quer em Maiorca, as cidades que esta semana acolhem dois dos primeiros torneios de relva do circuito profissional feminino.

Na cidade britânica, que serve de palco ao único WTA Premier da superfície, a número um mundial Naomi Osaka entrou com uma boa vitória na prova ao desenvencilhar-se da grega Maria Sakkari por 6-1, 4-6 e 6-3 quando estavam decorridas 2h02 de encontro.

Este foi o primeiro encontro da tenista japonesa desde a desapontante eliminação na terceira eliminatória de Roland Garros, onde perseguia o terceiro título consecutivo em torneios do Grand Slam.

No mesmo torneio, também Julia Goerges (3-6, 6-4 e 6-3 sobre Daria Yastrmska) e a ex-campeã de Roland Garros, Jelena Ostapenko (6-0 e 6-2 perante Iga Swiatek) carimbaram o acesso à segunda eliminatória.

Para esta terça-feira ainda estão previstas as estreias de Venus Williams — que vai disputar um torneio em relva que não Wimbledon pela primeira vez desde 2011 — e Ashleigh Barty, a nova campeã de Roland Garros, que mede forças com Donna Vekic — finalista em Nottingham há dois dias.

Já em Maiorca, mais precisamente nos courts da Academia de Rafael Nadal, a figura do dia foi Maria Sharapova, que graças aos parciais de 7-6(8) e 6-0 sobre Viktoria Kuzmova entrou a ganhar no torneio que marca o seu regresso aos courts pela primeira vez desde o final de janeiro, quando desistiu antes de jogar o segundo encontro em São Petersburgo.

São ainda de destacar os triunfos de Caroline Garcia (recém campeã em Nottingham, que derrotou Victoria Azarenka por 1-6, 6-4 e 7-5), Samantha Stosur (6-5 e 7-5 sobre Shuai Zheng) e Amanda Anisimova, a surpreendente semi-finalista de Roland Garros que se desenvencilhou de Tereza Martincova por 3-6, 7-6(7) e 6-4 depois de salvar um match point.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."