Tão perto e tão longe: chuva adia conclusão das meias-finais de ‘s-Hertogenbosch

Ainda não é desta que os finalistas da edição de 2019 do Libéma Open são conhecidos: a chuva regressou quando as meias-finais masculinas estavam quase a ser concluídas e assim a conclusão dos encontros terá de ficar para domingo, o mesmo dia da grande final de singulares do ATP 250 que se joga na relva de ‘s-Hertogenbosch, na Holanda.

No court central, o croata Borna Coric e o francês Adrian Mannarino tinham acabado de iniciar o tie-break do set decisivo quando o mau tempo voltou a interromper o encontro. O marcador assinalava 4-6, 6-3 e 6-6 com 3-2 no tie-break a favor do gaulês.

Já no court 1, o campeão em título Richard Gasquet dispunha de um break point numa altura em que o australiano Jordan Thompson servia a 7-5 e 5-3 para chegar pela primeira vez na carreira à final de um torneio ATP.

Ainda não é conhecido o horário para a conclusão das meias-finais, mas já se sabe que domingo será dia de jornada dupla para os dois vencedores.

Bertens vai lutar pelo título em casa

Se as meias-finais masculinas não se concluíram, mais sorte tiveram as protagonistas do quadro feminino: os encontros disputaram-se na parte da manhã e o público da casa pôde celebrar a passagem da estrela local Kiki Bertens — número quatro do mundo — ao encontro decisivo, graças à vitória por 6-4 e 6-4 sobre a qualifier Elena Rubakina.

Campeã em São Petersburgo e Madrid, a jogadora holandesa vai ter pela frente no duelo decisivo a norte-americana Alison Riske, responsável pela eliminação de Veronika Kudermetova num duelo bem mais equilibrado: 6-4, 3-6 e 7-6(5).

Última atualização às 19h51.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."