Pedro Sousa ultrapassa João Domingues rumo aos quartos de final em Poznan

Fotografia: Fernando Correia/Millennium Estoril Open

Já se esperava um jogo equilibrado em teoria e a prática assim o ditou. Num duelo 100% português, Pedro Sousa (124.º ATP) superou o grande desafio proporcionado por João Domingues (160.º) em três partidas para avançar para os quartos de final do Challenger de Poznan.

Frente a frente dois amigos, dois compatriotas, o número dois e número três nacionais, acabou por ser Sousa, o mais cotado dos dois (afinal, defendia o estatuto de quinto cabeça de série e já ingressou este ano no top-100 mundial), a adiantar-se no marcador com um break letal à segunda oportunidade contra Domingues, que não foi capaz de aproveitar nenhuma das três oportunidades de quebra de que dispôs.

Domingues, contudo, não desistiria do embate e tal ficou comprovado na segunda partida: o oliveirense, 11.º pré-designado e que está neste momento na sua melhor classificação da carreira, salvou o único ponto de break que enfrentou e converteu à sexta tentativa a chance de quebra que teve para remeter a contenda para a ‘negra’.

Aí, o quartofinalista do Millennium Estoril Open entrou com tudo ao conseguir uma quebra de serviço que, ainda assim, se revelaria insuficiente para o desfecho da contenda, já que o seu oponente lisboeta recuperaria pouco depois o break sofrido. A partir daí Pedro Sousa ganhou “nova vida” e passou a estar no comando das operações, assinando o triunfo pelos parciais de 6-3, 3-6 e 6-3.

Deste modo, Sousa regressa aos seus melhores resultados ao atingir a antepenúltima etapa do evento polaco, indo agora em busca das meias-finais diante do vencedor do embate entre o primeiro favorito e campeão em título, o polaco Hubert Hurkacz (44.º), e o 14.º candidato ao título, o espanhol Enrique Lopez Perez (166.º).

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.