Novak Djokovic passa por Alexander Zverev e alcança meias-finais de Roland Garros

Começou menos bem mas acabou da melhor forma. Novak Djokovic teve um início de encontro algo tremido frente a Alexander Zverev mas soube reagir bem a tempo de derrotar o campeão do Nitto ATP Finals em sets diretos e chegar às meias-finais de Roland Garros.

Número um mundial e campeão da edição de 2016 do Grand Slam francês, o campeoníssimo sérvio esteve a perder por 5-4 com break contra no primeiro set do seu encontro frente a Zverev mas a partir daí “fez-se luz”: o atleta natural de Belgrado só perdeu desde aí quatro dos 19 jogos seguintes para se impor por parciais de 7-5, 6-2 e 6-2.

O início do jogo foi prometedor, com ambos os protagonistas a segurarem os seus jogos de serviço até ao 4-4, onde ‘Sascha’ fez a diferença com a obtenção de um break oportuno. Porém, Djokovic “acordou” para o encontro desde esse momento, respondendo de forma sublime: venceu seis jogos de serviço consecutivos para primeiro fechar o set e depois colocar-se já com um avanço de 3-0 no segundo parcial.

Já mais tranquilo com a vantagem que ganhara, o vencedor dos últimos três Major só precisou de gerir bem a situação ao longo dessa segunda partida e conseguiu fazê-lo na perfeição, tendo até conseguido nova quebra de serviço quando o seu mais jovem adversário servia a 2-5.

Algo conformado com a “alta montanha que teria de escalar”, o jogador alemão de 22 anos não conseguiu inverter a tendência claramente favorável a Novak Djokovic e, tal como na segunda partida, cedeu novamente o seu serviço por duas ocasiões para sentenciar o duelo.

Este novo triunfo, o quinto consecutivo em sets diretos do sérvio em Paris, além de confirmar o regresso às meias-finais pela primeira vez desde que conquistou o título na capital gaulesa em 2016, significa então que Djokovic irá aumentar de certeza a vantagem no topo do ranking para Rafael Nadal, pois o espanhol tem os pontos de campeão ainda por defender e o sérvio foi derrotado nos quartos de final nas últimas duas edições.

E agora, quem se segue? Dominic Thiem, carrasco de Novak Djokovic nos quartos de final de 2017 e um dos melhores tenistas do mundo em terra batida, que também se impôs com relativa facilidade na jornada desta quinta-feira para chegar às meias-finais pelo quarto ano seguido.

Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.