Rafael Nadal “atropela” Nishikori para chegar (outra vez) às meias-finais em Paris

Fotografia: ATP Tour

Rafael Nadal de pouca paciência e com pressa em resolver a questão. Pelo menos foi essa a imagem que o maiorquino deu esta terça-feira no Court Philippe-Chatrier, ao “despachar” o nipónico Kei Nishikori com parciais bem expressivos: 6-1, 6-1 e 6-3, em 1h48.

A jogar pelo apuramento para as meias-finais de Roland Garros pela 12.ª ocasião – nas 11 anteriores em que chegou a esta fase da prova, acabou por vencer o torneio -, Nadal não deu qualquer tipo de hipótese a Nishikori ao longo do encontro. O tenista espanhol controlou a maioria dos pontos com a sua direita, deixando o japonês sem grande margem de manobra.

Ainda assim, Kei Nishikori conseguiu quebrar o serviço de Nadal no segundo parcial, mas rapidamente o “Touro” voltou ao ataque e alinhou cinco jogos consecutivos para repetir a receita da partida inaugural. Na pausa entre o segundo e o terceiro set, Nishikori ainda pediu um medical timeout devido a problemas no ombro direito, mas continuou em jogo, ainda que com evidentes dificuldades físicas.

Com uma exibição irrepreensível, Rafael Nadal vai jogar as meias-finais de um torneio do Grand Slam pela 31.ª vez na carreira, igualando Jimmy Connors no terceiro lugar de uma lista onde só Roger Federer (43) e Novak Djokovic (34) superam o espanhol. O adversário vai sair do encontro entre os helvéticos Stan Wawrinka e Roger Federer, pelo que existe uma forte possibilidade de haver mais uma edição do Fedal nas meias-finais de Paris.

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade de me juntar ao Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.