João Domingues eliminado na segunda ronda do qualifying de Roland Garros

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

Depois de ter somado na segunda-feira a sua primeira vitória em Roland Garros, João Domingues não conseguiu dar o melhor seguimento esta quarta-feira e despediu-se assim do Grand Slam francês.

Em busca de atingir a terceira e última ronda da fase de qualificação de um Major pela segunda vez consecutiva (cedeu nessa fase no Australian Open), o tenista oliveirense de 25 anos de idade, que surge esta semana no seu melhor ranking de sempre (160.º posto), acabou por cair perante a jovem promessa espanhola Alejandro Davidovich Fokina, semi-finalista do Millennium Estoril Open e 17.º cabeça de série em Paris fruto da 133.ª posição que ocupa na hierarquia mundial, com os parciais de 6-2 e 7-5.

Após uma entrada em falso no encontro que lhe custou o primeiro set em apenas 32 minutos, Domingues reagiu prontamente na segunda partida ao quebrar o serviço do seu adversário logo ao segundo jogo e manter o precioso break de vantagem até chegar a um avanço de 5-2. A partir daí, contudo, tudo se desmoronou: Davidovich Fokina soube responder ao que parecia um segundo parcial de sentido único para o número três nacional e com a conquista de cinco jogos consecutivos assegurou o triunfo.

Encerrado mais um capítulo num evento desta dimensão, João Domingues diz então adeus à capital gaulesa sem concretizar o tão ambicionado objetivo de chegar ao seu primeiro quadro principal em torneios do Grand Slam e deve agora viajar até Vicenza para jogar o Challenger italiano na próxima semana.

Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.