Treinador suspenso por um ano e multado em 20.000 euros por vender wild cards

A Unidade de Integridade do Ténis (TIU) anunciou, este sábado, a aplicação de uma suspensão por 12 meses a Miguel Tobon, treinador de ténis colombiano que foi considerado culpado de vender wild cards para torneios profissionais a seis indivíduos.

Para além de estar proibido a frequentar torneios organizados pelas entidades oficiais, o treinador colombiano terá de pagar uma multa de 20.000 dólares, a que acresce uma outra quantia de 6.000 dólares — respeitante ao dinheiro que recebeu pela venda dos wild cards.

No comunicado, publicado no website oficial, a TIU informa que a negociação dos convites “aconteceu num conjunto de torneios Challenger ATP disputados na Colômbia durante o ano de 2017”.

Para além das ofensas cometidas, Miguel Tobon ter-se-á recusado a fornecer o seu telemóvel para análises por parte da Unidade de Integridade do Ténis.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."