Grigor Dimitrov recebe um convite para disputar o qualifying do torneio de Genebra

Oito anos depois, Grigor Dimitrov vai voltar a disputar a fase de qualificação de um torneio do circuito profissional. O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo jornal Le Matin, que informa que o tenista búlgaro pediu um convite para o qualifying do Geneva Open, um dos últimos torneios de preparação para Roland Garros.

A atravessar um momento menos positivo — ocupa o 48.º posto do ranking mundial —, o campeão do Nitto ATP Finals em 2017 precisa de ganhar ritmo competitivo, confiança e pontos, pelo que foi instruído por Andre Agassi, um dos seus treinadores, a fazer a viagem até à Suíça.

Nas últimas semanas, Grigor Dimitrov perdeu à primeira nos Masters 1000 de Madrid e de Roma.

Os wild cards para o quadro principal já estavam ou reservados ou atribuídos (a organização já tinha atribuído dois, a Feliciano López e Janko Tipsarevic, e aguardava por Stan Wawrinka, que entretanto confirmou a vontade de disputar o torneio), pelo que passar pelo qualifying era a única opção restante.

Esta será a primeira vez desde novembro de 2012 que Grigor Dimitrov disputa o qualifying de um torneio. Na altura, o búlgaro teve de disputar a fase de qualificação do ATP Masters 1000 de Paris, em França.

Quem também fará parte dos quadros da edição de 2019 do Geneva Open é o português João Sousa, ele que tem boas memórias deste torneio: foi finalista em 2015.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."