Madrid: Thiem salva dois match points para derrotar Federer e chegar às meias-finais

Dominic Thiem esteve no “fio da navalha” esta sexta-feira, mas acabou por reagir como um autêntico campeão para afastar Roger Federer e atingir as meias-finais do Masters 1000 de Madrid.

Naquela que era uma reedição da final do Masters 1000 de Indian Wells (ganha na altura por Thiem), o tenista austríaco viu Federer entrar, pelo terceiro encontro consecutivo, com tudo ao quebrar logo no segundo jogo o serviço do seu oponente rumo a uma liderança importante de um set a zero.

Mas se no primeiro parcial Thiem sofreu um break determinante, o mesmo não viria a acontecer na segunda partida: mais autoritário nos seus jogos de serviço, o atual número cinco mundial queria evitar a todo o custo o destino da partida inaugural e acabou assim por forçar o campeoníssimo suíço, seguro e afinado na primeira pancada, a um tiebreak impróprio para cardíacos.

É que no desempate o atual terceiro classificado do ranking ATP teve duas oportunidades (a 8-7 e 10-9) para arrumar a questão, só que Thiem, que já havia desperdiçado antes cinco set points, tinha outros planos e acabou por resistir à pressão para levar a contenda à “negra”.

Chegados ao terceiro e decisivo parcial, foi o jogador de 25 anos quem se mostrou mais eficaz: descortinou dois break points no serviço de Federer ao cabo do terceiro jogo e à segunda conseguiu mesmo quebrar o serviço do helvético. Só que o ‘Maestro’, claro está, não iria desistir tão facilmente e foi capaz de devolver o break no oitavo jogo, apenas para ceder o seu serviço logo de seguida e depois ver Thiem fechar com o seu serviço o embate.

Somada a quarta vitória em seis encontros diante de Roger Federer, Dominic Thiem, finalista do Masters 1000 de Madrid na época passada, apura-se então para o top-4 na Caja Mágica e fica assim a um triunfo de igualar essa prestação transata. O próximo adversário do recém-campeão do ATP 500 de Barcelona será nada mais, nada menos do que o número um mundial Novak Djokovic.

Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.