Gastão Elias estreia-se com uma vitória no Challenger de Francavilla

Começou bem a campanha de Gastão Elias (307.º) no Challenger de Francavilla: a disputar o último torneio antes de viajar para competir em Portugal, o número cinco nacional apurou-se para a segunda ronda do quadro principal de singulares em Itália.

Num Challenger que é de boas memórias para o ténis português — foi lá que, há dois anos, Pedro Sousa conquistou o primeiro título a este nível –, e habituado a boas exibições em solo italiano, Gastão Elias superou o espanhol David Perez Sanz (521.º) em duas partidas, parciais de 6-4 e 7-6(4).

Apurado para a segunda ronda, o tenista português de 28 anos já sabe que vai ter como próximo adversário o alemão Maximilian Marterer, que é o 102.º classificado do ranking e defende o estatuto de primeiro cabeça de série.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."