Sem jogar há um mês, João Monteiro foi operado e só volta no verão

Depois de um final de 2018 em grande, João Monteiro (409.º ATP) está a viver um início de 2019 para esquecer: o campeão nacional absoluto lesionou-se num dos primeiros torneios do ano e foi operado esta semana, enfrentando uma recuperação que o deve afastar dos courts até ao verão.

O azar bateu à porta do tenista portuense de 25 anos no Faro Open, onde durante a execução de uma pancada de esquerda se lesionou no pulso esquerdo.

Se numa fase inicial a lesão não parecia preocupar — Monteiro concluiu o encontro (que quase ganhou…) com recurso à pancada de slice e voltou aos courts na semana seguinte, em Loulé –, um segundo diagnóstico levou-o à mesa de operações para suturar o ligamento ulnopiramidal, contou ao Raquetc.

A operação foi levada a cabo esta semana, um mês depois de João Monteiro ter disputado o quarto torneio da temporada, e vai obrigar o número sete nacional a estar ausente da competição por um período “entre as 10 e as 12 semanas” — ou seja, será forçado a falhar os três maiores torneios organizados em solo português: o Millennium Estoril Open e os Challengers de Braga e Lisboa.

Agora, o plano passa por recuperar a tempo do verão “para poder jogar o resto do ano” sem interrupções indesejadas.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."