Primeiro Carreño Busta, depois Monfils: duas baixas de peso para Monte Carlo

Dois dias, duas baixas de peso para o primeiro ATP Masters 1000 da temporada em terra batida. Se na quinta-feira ficou desfalcado de Pablo Carreño Busta, esta sexta-feira o Rolex Monte-Carlo Masters viu Gael Monfils “abandonar o barco”.

Sem jogar desde o início de mês de fevereiro, o tenista espanhol (27.º ATP) tem estado a contas com uma lesão no ombro e voltou a adiar o regresso à competição, que deverá acontecer na semana seguinte, quando se disputar o ATP 500 de Barcelona — bem a tempo de regressar ao Millennium Estoril Open, que lhe entregou um wild card na quinta-feira.

Quanto a Gael Monfils, o jogador gaulês chegou a pisar os courts de terra batida de Monte Carlo e ainda esta sexta-feira treinou com Stan Wawrinka, mas optou por desistir do torneio por sentir que ainda não está totalmente recuperado de uma lesão no tornozelo direito.

Este é o segundo torneio consecutivo de que o “showman” se vê obrigado a retirar: em Miami, depois de conquistar o título em Roterdão, fazer meias-finais em Sófia e no Dubai e quartos de final em Indian Wells, não foi a jogo devido a uma lesão no tendão de aquiles.

Para além de Carreño Busta e Monfils, houve outro jogador inscrito no Millennium Estoril Open a retirar o nome da lista de participantes em Monte Carlo: Kevin Anderson, o número 7 mundial, que tem sentido dificuldades no cotovelo desde o início da época.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."