ITF da Quinta do Lago fica sem portugueses na segunda ronda de singulares

Terminou esta quinta-feira a participação portuguesa no quadro principal de singulares do ITF da Quinta do Lago, o The Campus Future Portugal 5. Tal como aconteceu nos dois primeiros torneios da série algarvia, em Vale do Lobo e Faro, volta a não existir qualquer jogador da casa apurado para os quartos de final.

Mas o cenário até esteve perto de ser outro: Frederico Gil entrou bem no encontro e venceu o primeiro set frente ao quinto cabeça de série Juan Pablo Ficovich, carrasco de Tiago Cação na jornada anterior, até que o azar bateu à porta e o sintrense escorregou, torceu o pé e se viu obrigado a desistir numa altura em que o marcador apontava 7-6(4) e 3-4 (no serviço) a seu favor.

Ao dele, seguiram-se os desaires dos outros dois portugueses que ainda estavam em prova: Luís Faria (que recebeu um wild card para o quadro principal) perdeu por 6-1 e 6-4 para o oitavo pré-designado, o francês Manuel Guinard, ao fim de 1h07, enquanto Fábio Coelho complicou a tarefa ao quarto candidato ao título, Sadio Doumbia — também de França –, que só conseguiu superá-lo depois de três partidas: 7-6(3), 6-7(6) e 6-3 foram os parciais a favor do gaulês.

Encerrada a participação dos representantes na variante de singulares, esta agora a de pares: por causa da lesão de Gil, Fábio Coelho e João Graça (wild cards) passaram diretamente às meias-finais e a eles podem ainda juntar-se Francisco Cabral e Tiago Cação, que à hora da publicação deste artigo já disputavam o encontro com a dupla brasileira composta por Orlando Luz e Rafael Matos, segundos cabeças de série.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."