Fred Gil protagoniza excelente vitória frente ao 4.º cabeça de série em Portimão

Foi com uma vitória de se lhe tirar o chapéu que Fred Gil (556.º ATP e 54.º ITF) iniciou a sua participação no ITF de 15.000 dólares de Portimão. Num embate de características diferentes da generalidade, o tenista luso superou o quarto cabeça de série da prova e está na segunda eliminatória do torneio que se disputa no Clube de Ténis Portimão e Rocha.

Com um sorteio difícil para o seu embate de estreia, o tenista de Sintra teve como primeiro adversário o brasileiro Orlando Luz (472.º ATP e 42.º ITF), jovem de 21 anos que já chegou a liderar o ranking mundial de juniores.

E se na teoria já era complicado, na prática não ficou atrás. O ex-número um nacional demonstrou uma enorme força psicológica ao superar o duelo de língua portuguesa por 7-6(5), 6-7(11) e 6-3.

Depois de vencer o primeiro set no tie-break, foi também num decisivo 13.º jogo que se resolveu o segundo parcial. Mas se no primeiro tudo correu na perfeição, no segundo foi uma autêntica montanha russa. O português chegou a liderar por 6-0 e posteriormente ainda teve mais três match points, mas acabou por não concluir, sendo obrigado a jogar um terceiro parcial.

E é aqui que entra a parte mental. Se a maior parte dos jogadores iria abaixo depois de não aproveitar nove pontos de encontro, seis deles de forma consecutiva, Gil não foi. O sintrense recompôs-se, começou tudo de novo e saiu mesmo do court com o tão desejado triunfo.

Semi-finalista na semana passada em Loulé, o tenista de 33 anos procura melhorar esse resultado na presente semana e para manter esse objetivo vivo, terá de ultrapassar na segunda ronda o neozelandês Finn Tearney, campeão do ITF de Vale do Lobo.

Tomás Luís e Afonso Salgado afastados ao primeiro encontro

Destino diferente, tiveram Tomás Luís e Afonso Salgado, que acabaram eliminados na primeira ronda esta quarta-feira. O jovem que completou hoje 17 anos foi derrotado pelo brasileiro Rafael Matos por 6-0 e 6-2, enquanto Salgado se despediu da prova depois de perder por 6-4 e 6-4 para o irlandês Peter Bothwell.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.