Trio português despede-se da vertente de singulares do ITF de Tabarka na ronda um

Francisca-Jorge
Fotografia: Cirilo Vale

Jornada muito complicada e sem motivos para sorrir para a comitiva portuguesa presente no ITF de 15.000 dólares de Tabarka, com as três lusas que entraram em ação esta terça-feira a despedirem-se da vertente de singulares logo na primeira ronda.

Ana Filipa Santos, Sara Lança e Francisca Jorge foram as três jogadoras nacionais que se estrearam em mais um evento tunisino, acabando todas afastadas após desaires onde nunca estiveram perto da vitória.

A primeira jogadora a despedir-se da prova foi a lisboeta de 22 anos, que acabou eliminada por Lisa Ponomar por 6-3 e 6-1. Minutos mais tarde, Sara Lança também disse adeus à competição de singulares fruto de um desaire por 6-3 e 6-3 contra a oitava cabeça de série, Mia Eklund.

Por fim, a bicampeã nacional absoluta também não resistiu ao encontro de estreia. Terceira cabeça do evento, a jovem de 18 anos acabou por sucumbir perante a germânica Julyette Steur por 6-1, 4-6 e 6-2.

Com estes resultados resta apenas Maria Inês Fonte na competição individual, ela que deverá fazer a sua estreia no quadro principal esta quarta-feira.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.