Indian Wells: Depois do brilharete em 2018, João Sousa cai à primeira em 2019

João Sousa
Kathryn Riley/BNP Paribas Open

Se na edição do ano passado a participação em Indian Wells foi motivo de muita satisfação para João Sousa, a deste ano não terá sido. Pela segunda semana consecutiva o tenista vimaranense caiu na estreia e está assim fora daquele que é o primeiro Masters 1000 da temporada.

Depois de atingir o melhor resultado da carreira na prova californiana em 2018, numa edição que ficou marcada pela eliminação do então número 5 mundial, Alexander Zverev, João Sousa caiu na madrugada deste sábado logo no encontro de estreia frente a Mackenzie McDonald (62.º).

A jogar pela primeira vez na carreira frente ao campeão universitário norte-americano de 2016, o número 41 mundial foi afastado após uma batalha de três sets que terminou com os parciais de 6-4, 3-6 e 6-3.

Durante as quase duas horas de embate, o tenista luso quebrou por três ocasiões o jogador da casa e foi quebrado por quatro, com o último desses breaks a surgir ao oitavo jogo do terceiro set e sendo decisivo para o desfecho final da contenda.

Afastada a hipótese de repetir o resultado de 2018, João Sousa sai de Indian Wells de mãos a abanar no que toca aos pontos ATP, regressando dentro de uma semana em Miami onde também terá a defender a terceira ronda atingida na última edição.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.