Três tenistas franceses detidos por suspeitas de manipulação de resultados

Mais um mês, mais uma operação que resultou na detenção de jogadores profissionais: depois das autoridades espanholas terem detido 28 jogadores em janeiro, as autoridades francesas anunciaram a detenção de três tenistas no decorrer de uma operação que terá começado na Bélgica, anunciou o L’Équipe.

De acordo com o jornal francês, “os três jogadores são suspeitos de terem perdido de forma voluntariamente um jogo, um set ou um encontro em troca de remuneração da parte de uma organização criminal baseada na Bélgica.”

As identidades dos suspeitos não foram reveladas porque a investigação ainda está a decorrer. Em janeiro, já tinham sido detidos outros quatro jogadores franceses por suspeitas de manipulação de resultados em torneios Challenger e Future, mas acabaram por sair em liberdade.

O mesmo L’Équipe, e também a MARCA, de Espanha, adianta que serão cerca de 100 os jogadores e treinadores envolvidos nesta mega investigação, que se centra em sete países: Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Bulgária, Eslováquia e Estados Unidos da América.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."