Tiago Cação cai à primeira no ITF de Vale do Lobo

VALE DO LOBO – Um ano depois de ter disputado a primeira final de singulares da carreira no circuito profissional, Tiago Cação (641.º ATP e 57.º ITF) não conseguiu voltar a ser feliz na Vale do Lobo Tennis Academy e acabou derrotado na eliminatória inaugural do ITF de 15.000 dólares que lá se disputa.

Devido às novas regras da Federação Internacional de Ténis, o tenista português de 20 anos perdeu o ranking ATP e deixou de conseguir ser cabeça de série — para efeitos de comparação, tinha sido o quinto pré-designado num torneio de categoria superior (o ITF de 25.000 dólares de Tavira) na reta final de 2018 — o que significou um embate com o sexto pré-designado Jacopo Berrettini (492.º ATP e 90.º ITF)

Do alto dos seus 191cm, o italiano criou-lhe muitas dificuldades não só nos jogos de serviço como nos de resposta, acabando por vencer por 6-3 e 6-3 ao cabo de 1h34.

Este foi o segundo encontro perdido por um jogador luso no quadro principal de singulares do Vale do Lobo Open Magnesium-OK, dado que antes de Tiago Cação também Fábio Coelho tinha acabado derrotado em dois parciais. Os restantes cinco portugueses têm estreia marcada para a jornada de quarta-feira.

Tiago Cação (POR) vs. Jacopo Berrettini (6/ITA), 1R Vale do Lobo Open Magnesium-OK:

Publicado por Raquetc em Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."