Pedro Sousa afastado em duelo lusófono no Rio de Janeiro

Pedro Sousa 5
Fotografia: Challenger Ciudad de Guayaquil

Não chegou a 100%, com pouco treino nas pernas e o resultado da primeira ronda do Rio Open acabou por se refletir nisso mesmo. Pedro Sousa (99.º) somou esta terça-feira o quarto desaire da temporada, adiando para a próxima semana a possibilidade de se estrear a vencer em 2019.

A fazer o primeiro encontro da carreira enquanto membro do top 100 mundial, o tenista lisboeta não conseguiu fazer frente ao ténis do favorito da casa, Thiago Monteiro, acabando por ser derrotado pelos parciais de 6-3 e 6-2 em 1h09 de jogo.

Ainda longe de praticar o ténis que o levou até aos 100 melhores tenistas do mundo, o pupilo de Rui Machado apresentou-se em court algo limitado devido à lesão sofrida no pé esquerdo. Por isso mesmo se a tarefa já era complicada, ainda mais ficou devido a esse fator.

O português foi exibindo bom ténis em campo, mas faltou consistência, algo que o jogador brasileiro conseguiu impor. Foi mesmo o principal fator diferenciador ao longo dos dois sets em que Pedro Sousa andou quase sempre atrás do marcador, nunca ameaçando a liderança do seu jovem oponente.

Terminada a semana no Rio de Janeiro onde fez a sua estreia em quadros principais de torneios da categoria ATP 500, o tenista de 30 anos volta a competir na próxima semana em São Paulo, desta feita um ATP 250.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.