Obrigado a trabalhos extras, João Sousa volta a confirmar presença no quadro de pares do Rio Open

Fotografia: fotojump

Primeiro com Pablo Carreño Busta, agora com Cameron Norrie. À partida para o Rio de Janeiro, João Sousa já estava integrado entre as 16 melhores duplas da prova, mas a desistência do espanhol obrigou o português a dar dois passos atrás, que agora foram repostos.

O tenista luso garantiu este domingo a qualificação para o quadro principal de pares ao superar com sucesso o segundo e último obstáculo da fase prévia. A dupla luso-britânica venceu pela margem mínima, desta vez frente aos brasileiros Mateus Alves e Thiago Wild.

O resultado final registou-se com os parciais de 6-4, 6-7(8) e 10-4 com um break no primeiro set a fazer a diferença, depois de no segundo as forças se terem igualado até ao tie-break onde a Sousa e Norrie ainda tiveram um match point, acabando com um terceiro set dominado pela maior experiência da dupla mais cotada.

A segunda vitória em dois dias faz com que Sousa e Norrie defrontem mais uma dupla brasileira no seu próximo encontro, desta feita o duo constituído por Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.