Pedro Sousa junta-se a João Sousa no quadro principal do ATP 500 do Rio de Janeiro

O regresso ainda não é certo, mas para já há boas notícias: Pedro Sousa ficou esta sexta-feira a saber que teve entrada direta no quadro principal de singulares do ATP 500 do Rio de Janeiro, o Rio Open.

Inicialmente, o tenista lisboeta de 30 anos tinha prevista a participação na fase de qualificação, mas a desistência de Pablo Carreño Busta e as vagas abertas pelas posições de special exempt (que não foram ocupadas) abriram-lhe caminho direto para o quadro principal.

A participação no maior torneio da América do Sul não é, no entanto, certa: Pedro Sousa ainda está a recuperar da lesão que sofreu no cotovelo direito durante as Davis Cup Qualifiers (no primeiro fim de semana do mês) e que o afastou dos torneios de Córdoba e Buenos Aires. Apesar do regresso aos treinos já ter acontecido, o jogador português só se vai decidir sobre a participação quando já tiver aterrado no Rio de Janeiro, contou ao Raquetc.

Se a participação se vier a verificar, esta será a primeira vez que Pedro Sousa disputará o quadro principal de singulares de um torneio de categoria ATP 500 e, também, o primeiro torneio do lisboeta enquanto jogador do top 100 mundial, ele que celebrou “no sofá” a tão aguardada entrada na elite do ténis.

Certas são as participações de João Sousa e João Domingues: o primeiro no quadro principal, o segundo na fase de qualificação.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."