Pedro Sousa é o sexto português da história a inscrever o nome no top 100 ATP

Pedro Sousa

Um, dois, três, quatro, cinco, seis. A partir da próxima segunda-feira, Pedro Sousa será o sexto tenista português da história a ver o nome inscrito no top 100 do ranking mundial ATP.

Aos 30 anos, o tenista lisboeta recebeu a confirmação da tão desejada ascensão à elite da classificação masculina na noite desta sexta-feira — e sem precisar de entrar em campo: uma conjugação de resultados nos torneios ATP que se disputam em Montpellier, Sófia e Córdoba assim o garantiu.

A entrada de Pedro Sousa no top 100 mundial acontece quase 24 anos depois de Nuno Marques se ter tornado no primeiro jogador português a conseguir tal proeza: o portuense quebrou a barreira ao subir à 99.ª posição no dia 11 de setembro de 1995 (depois viria a chegar ao 86.º lugar).

Portugueses que entraram no top 100 mundial (ordenados por máximo de carreira):

 

1. João Sousa (28.º)

Fotografia: Tennis Australia

2. Gastão Elias (57.º)

3. Rui Machado (59.º)

4. Fred Gil (62.º)

5. Nuno Marques (86.º)

Fonte: website oficial da Federação Portuguesa de Ténis

6. Pedro Sousa (99.º ou 100.º)

Fotografia: Fernando Correia/FPT 2018
Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."