Gonçalo Oliveira incapaz de ultrapassar ronda inaugural em Dallas

Gonçalo-Oliveira-3

A participação de Gonçalo Oliveira (290.º) no quadro principal de singulares do Challenger de Dallas foi interrompida logo no encontro inaugural, com o tenista algarvio a ser afastado da prova após ter sido derrotado na madrugada desta terça-feira.

Apesar de ter entrado para o court 1 do T Bar M Racquet Club como favorito à vitória, o português não conseguiu confirmar essa teoria dentro do campo, sendo afastado pelo jogador da casa, Michael Redlicki (356.º), por 6-2, 4-6 e 6-1.

Numa contenda que teve a duração de 1h35, foi a eficácia nos jogos de serviço que imperou em cada um dos três sets, com o vencedor dos respetivos parciais a ter sido exímio nesse fator ao não ceder por uma única ocasião cada vez que era responsável por colocar a primeira bola em jogo.

Prova prossegue em pares

Se o percurso em singulares já foi encerrado o de pares ainda está por começar. O tenista de 23 anos volta a fazer equipa com o germano-jamaicano Dustin Brown, devendo estrear-se na quarta-feira.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.